Covid: SP passa para ‘fase vermelha’ a zero hora de sábado

Covid: SP passa para ‘fase vermelha’ a zero hora de sábado

João Doria anunciará daqui a pouco, em sua entrevista coletiva diária dada na hora do almoço, que São Paulo entrará, sim, na fase vermelha do plano de combate ao coronavírus a partir da zero hora de sábado.

A decisão foi tomada na manhã de hoje e a previsão é que essa nova etapa de restrições dure duas semanas.

 

Escolas não estão incluídas na fase vermelha e poderão continuar funcionando com aulas presenciais.

A fase vermelha permite o funcionamento apenas de setores essenciais da economia, como farmácias, supermercados, padarias, agências dos correios, petshops, clínicas veterinárias, postos de combustível e transportes coletivos, como ônibus, trens e metrô — e, agora, igrejas. Já shoppings, comércio de rua e academias, por exemplo — tudo para.

A decisão de pôr São Paulo na fase mais restritiva do plano é consequência óbvia do número crescente de mortes e contaminação por Covid no estado. Ontem, morreram 468 pessoas em São Paulo, o maior número desde o início da pandemia há um ano.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp